Simone Tebet defende democracia e reforma tributária em sabatina na OAB-SP

Simone Tebet defende democracia e reforma tributária em sabatina na OAB-SP

Em evento com advogados nesta quinta-feira, a candidata do MDB à Presidência da República, a senadora Simone Tebet, defendeu as urnas eletrônicas, a democracia e o combate às fake news. Ela ressaltou a importância da categoria, da qual ela faz parte, para isso. E afirmou que, “quando o centro democrático se omite”, permite o autoritarismo.

As declarações foram dadas durante sabatina na secional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP), na capital do estado.

— Estamos nos últimos anos com ameaças diárias ao Estado Democrático de Direito. E essa é a casa que sempre defendeu o Estado de Direito. A minha candidatura tem esse propósito — disse Tebet, em referência aos ataques do presidente Jair Bolsonaro (PL) à democracia.

 

Tebet afirmou que, caso eleita, irá sancionar qualquer lei aprovada pelo Congresso que restrinja excessos de qualquer autoridade no país, seja do Poder Executivo, Legislativo ou Judiciário. Também pediu o avanço no Legislativo de projetos para combate às fake news:

 

— O Legislativo tem que enfrentar as fake news com coragem e o Executivo sancionar, porque o Judiciário não dará conta sozinho.

Durante o evento, a candidata deu destaque à sua proposta de priorizar a reforma tributária. Voltou a dizer que, se eleita, irá aprovar o projeto em até seis meses do início do governo. Afirmou que seu plano é aprovar o projeto no Senado, e enviá-lo para a Câmara, ainda nesse ano. Disse que usaria seus dois últimos meses de mandato na Casa Alta para isso.

— A Reforma Tributária é a vacina econômica. (A proposta que está no Congresso), pode não ser a ideal, mas ela está boa — disse ao solicitar que os advogados ali presentes enviassem sugestões ao Congresso de possíveis melhorias.

Recepção na OAB-SP

Tebet, que é advogada, foi sabatinada pela entidade. O evento foi conduzido pelo advogado criminalista Sergei Cobra. O vice-presidente da OAB-SP, Leonardo Sica, também participou. A direção da OAB-SP elogiou a “desenvoltura” e a “calma” da candidata para responder perguntas difíceis, que estavam foram do “script”.

A entidade convidou todos os presidenciáveis para sabatinas. Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Ciro Gomes (PDT) confirmaram presença, mas ainda não marcaram a data, enquanto Jair Bolsonaro (PL) recusou o convite. A secional pretender também fazer conversas com os candidatos paulista ao Senado e, se houver tempo, com os nomes ao governo de São Paulo.

O evento com Simone Tebet ocupou todas as cadeiras do auditório principal da OAB-SP. A expectativa da secional é de uma procura pelo público ainda maior para o evento com Lula.

A candidata do MDB foi aplaudida pela plateia ao falar da defesa da democracia e de pautas feministas. E também ao pedir ao público que votasse em uma candidata a presidente mulher. O auditório da OAB-SP estava equilibrado entre mulheres e homens. No público, havia também representes de grandes escritórios de advocacias.

— Quando eu entro numa ordem dos advogados eu me sinto em casa. Eu estou política, mas eu sou advogada e professora com muito orgulho — afirmou a candidata do MDB.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *