Exportadores de cereais pedem ao governo acordo com auditores da Receita

A greve dos auditores fiscais da Receita Federal está causando atrasos na emissão de certificados fitossanitários no Porto de Santos, localizado no estado de São Paulo. O documento é necessário para que empresas exportadoras recebam o pagamento pelas cargas enviadas ao exterior.

Os atrasos, segundo a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec), não impactam nas exportações dos produtos, apenas na emissão dos certificados e, portanto, no caixa das empresas. O problema está concentrado no Porto de Santos — por onde passa pelo menos 30% da exportação nacional de soja e metade do farelo de soja e do milho exportados pelo Brasil.

A Anec enviou carta ao ministro da Economia, Paulo Guedes, pedindo que o governo entre em acordo com os auditores fiscais. A mobilização da categoria começou em dezembro de 2021.

Presidente do Sindifisco de Santos, o auditor-fiscal Elias Carneiro Jr. explica que o silêncio do governo frente às reivindicações da categoria obriga os auditores fiscais a manter e acirrar, cada vez mais, o movimento. “Ninguém gosta dessa situação, mas o silêncio do governo não nos dá outra opção. O Sindifisco já vem alertando desde o início que a mobilização só para quando nossas reivindicações forem atendidas.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.