Câmara ouve experiências de organismos internacionais na reforma administrativa

A Câmara dos Deputados fechou uma parceria inédita com organismos internacionais para promover seminários sobre a reforma administrativa em discussão na Casa (PEC 32/20). Os seminários (seis, ao todo) estão sendo organizados pela Secretaria de Relações Internacionais, em parceria com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e com o apoio do Movimento Pessoas à Frente.

No primeiro encontro, realizado na terça-feira (10), deputados e senadores ouviram representantes da OCDE e do PNUD . Os parlamentares também conheceram relatos da experiência de modernização do serviço público de Portugal.

Segundo o presidente da comissão especial sobre a reforma administrativa, deputado Fernando Monteiro (PP-PE) a experiência de outros países contribui para o debate a respeito do tema. “A gente tem que dialogar e ter humildade para aprender e ouvir. E debates como esse são importantes para nos dar conhecimento para que possamos ter condição de dar um passo na frente do serviço público”, afirma.

Líderes e talentos
Entre os temas previstos para os próximos seminários, estão a seleção de líderes e a valorização de talentos, como explica a secretária de Relações Internacionais da Câmara, deputada Soraya Santos (PL-RJ). “A gente quer uma reforma administrativa capaz de levar o Brasil a ter gasto com a máquina pública de forma mais eficiente e eficaz.”

Soraya Santos afirma que há servidores públicos de excelência, “mas não podemos colocar na mesma balança um professor que tem mães que brigam para que [o filho] seja da sua sala no mesmo patamar de um professor que tem a sala composta dos que sobram. Temos que dar esse estímulo para o servidor que se dedica.”

Segundo o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), o Plenário da Casa deve votar a proposta de reforma administrativa até o fim de agosto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *