Sindicatos abrem debate contra PEC 32 da Reforma Administrativa

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Uberaba (SSPMU) abriu nesta terça-feira (20), a mobilização contra a PEC 32, que dispõe sobre a Reforma Administrativa.

Lideranças de diversas entidades sindicais participaram da discussão, como Sindemu, Sindae, Sind-UTE, Sintracol, Simpro e Sindicato dos Enfermeiros de Minas Gerais.

Entre os encaminhamentos está grande mobilização para conscientizar os servidores sobre os malefícios da PEC 32, em todo Triângulo Sul, através de ações pontuais e material de divulgação.

Segundo o presidente Martinho Pereira, a PEC 32 não prejudica apenas quem vai ingressar no serviço público. “Atinge também que já está como servidor público”, disse.

Outra questão apontada por Maria Helena Gabriel, do Sind-UTE, é a possibilidade de apadrinhamento caso a proposta seja aprovada. “No concurso público não há apadrinhamento”, colocou.

Para Marcos Gennari, do Simpro, é importante esclarecer não só os servidores, mas toda a população contra a PEC 32, através de uma forte mobilização. “A PEC 32 já foi aprovada nas comissões e em breve será levada para plenário”, lembrou.

Nenhum deputado convidado compareceu ao debate ou encaminhou algum representante. Outro chamado do coletivo sindical será organizado para dar andamento no debate, principalmente com a presença dos deputados que representam a região no Congresso Nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *