Covid: Brasil tem mais 860 óbitos e média móvel volta a subir A média móvel dos últimos sete dias está em 1.848 fatalidades. Na semana passada ela chegou a 1.797, de acordo com levantamento do Conass

Covid: Brasil tem mais 860 óbitos e média móvel volta a subir

A média móvel dos últimos sete dias está em 1.848 fatalidades. Na semana passada ela chegou a 1.797, de acordo com levantamento do Conass

O Brasil registrou, nesta segunda-feira (31/5), mais 860 mortes por covid-19 e soma 462.791 fatalidades desde o início da pandemia. Com os números, a média móvel de óbitos parou de cair e já indica um leve aumento. De acordo com o levantamento do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), a média dos últimos sete dias está em 1.848 mortes, quando, na semana passada, chegou a marcar 1.797.

A média móvel de casos continua acima de 60 mil, indicando 60.685 positivos por dia, em média. Nesta segunda-feira foram registrados mais 30.434 casos, chegando a 16.545.554 infecções. O último boletim InfoGripe, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) já indicava tendência de crescimento de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) na maioria dos estado. Aproximadamente 96% dos casos de SRAG são do novo coronavírus.

No Amazonas, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul, o sinal de crescimento a longo prazo era de pelo menos 95% de chance de se confirmar. Já no Alagoas, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins o sinal era moderado, ou seja, de 75% para cima.

“O estudo sinaliza que o cenário atual está associado à retomada das atividades de maneira precoce. Tal situação manterá o número de hospitalizações e óbitos em patamares altos, com tendência de agravamento nas próximas semanas”, alertou o coordenador da pesquisa, o pesquisador Marcelo Gomes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *