Secretária do Tesouro americano defende plano de Biden para elevar impostos sobre empresas

Para Yellen, o sistema tributário corporativo dos EUA está quebrado há muito tempo e preciso tomar medidas para melhorá-lo

A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, defendeu nesta quarta-feira o plano apresentado pela Casa Branca de elevar os impostos sobre as empresas para financiar um programa de US$ 2,25 trilhões de investimentos em infraestrutura proposto por Joe Biden.

Yellen argumentou, em um artigo publicado no “The Wall Street Journal”, que os planos de Biden seriam benéficos tanto para as empresas como para o governo e poderiam proporcionar um aumento de 1,6% no Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA até 2024.

Para a secretária do Tesouro, o sistema tributário corporativo dos EUA está quebrado há muito tempo e preciso tomar medidas para melhorá-lo. “A reforma tributária não é um jogo de soma zero, com as empresas de um lado e o governo do outro. Há políticas que são mutuamente benéficas, verdadeiras vitórias”, disse ela.

O artigo de Yellen foi publicado pouco antes de um novo discurso de Biden sobre um plano de investimentos. A Casa Branca está em busca de apoios antes de iniciar uma negociação sobre a medida no Congresso. Várias empresas e os republicanos já sinalizaram que se opõe ao aumento.

No texto, Yellen também defendeu a proposta feita por ela nesta semana de adotar um imposto de renda mínimo global sobre as empresas. Segundo ela, ao escolher competir nas taxas, os EUA deixaram de lado a capacitação de seus trabalhadores e força de sua infraestrutura.

 
“É uma competição autodestrutiva, e nem eu e nem o presidente Biden estamos mais interessados em participar dela. Queremos mudar o jogo”, afirmou Yellen.

Em um relatório divulgado nesta quarta-feira, o Departamento do Tesouro detalhou as propostas de Biden e prevê arrecadar, se o projeto for aprovado, mais de US$ 2 trilhões com os ajustes nos impostos em 15 anos.

Conteúdo publicado pelo Valor PRO, serviço de tempo real do Valor

Fonte: Valor Investe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *