EUA estudam plano para aplicar tarifas contra países com imposto digital

O plano é uma resposta aos países que estão cobrando impostos de empresas americanas de tecnologia

O governo dos Estados Unidos está discutindo um plano para aplicar tarifas retaliatórias contra seis países — Reino Unido, Espanha, Itália, Turquia, Índia e Áustria — que criaram recentemente impostos digitais para taxar empresas de tecnologia.

Se a medida for adotada, o valor anual das tarifas pode chegar a US$ 880 milhões por ano, de acordo com cálculos feitos pela agência Bloomberg a partir de documentos divulgados pelo Escritório do Representante Comercial dos EUA (USTR, na sigla em inglês).

Os planos são uma resposta aos países que estão cobrando impostos de empresas americanas de tecnologia que operam internacionalmente, como a Amazon, o Google e o Facebook.

Autoridades americanas, como a secretária do Tesouro, Janet Yellen, afirmaram nas últimas semanas que o governo de Joe Biden está comprometido com as discussões sobre uma taxa global digital, que estão sendo lideradas pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) desde o ano passado.

No entanto, a representante comercial dos EUA, Katherine Tai, afirmou em um recente comunicado que o governo americano manterá outras opções sobre a mesa enquanto não há um acordo na OCDE.

O USTR convocou o público a comentar os planos para implementar as tarifas retaliatórias. Audiências públicas sobre o tema serão realizadas no início de maio.

A Internet Association, que reúne as principais empresas do setor, elogiou a iniciativa do USTR. “É uma afirmação importante no combate a essas barreiras comerciais discriminatórias, à medida que os EUA continuam a trabalhar para encontrar uma solução viável na OCDE”, disse o grupo em nota.

Fonte: Valor Investe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *