Para o senador Flávio Arns, reforma tributária é a mais importante a ser aprovada

Parlamentar também afirma que a reforma administrativa deve ser pensada para valorizar e prestigiar os servidores públicos

A Jovem Pan está sempre atenta aos desafios e às necessidades do Brasil. Nos posicionamos em momentos decisivos e por isso, novamente, nos colocamos em defesa das reformas e dos projetos fundamentais para o desenvolvimento do país. Para isso, convidamos empresários, lideranças e autoridades para agir, juntos, em prol do futuro da nação. O Brasil não pode mais esperar.

“A reforma tributária é a mais importante para o Brasil. Deveria ter sido a primeira a ser buscada pela sociedade e pelo governo federal. Se nós olharmos as confusões que acontecem na área tributária, vamos ver que temos um estoque de R$ 5 trilhões em disputas judiciais, R$ 500 bilhões em incentivos e R$ 600 bilhões na sonegação.”

“Se nós conseguíssemos uma solução para pelo menos 20% desses recursos, já seria suficiente, com sobras, para ajudar estados, municípios, auxílio emergencial, educação, infraestrutura. Então nós temos que nos debruçar sobre isso para que haja um sistema justo, adequado, que tribute menos da população que mais precisa, quer dizer, um reordenamento jurídico tranquilo e simplificado.”

“E ao mesmo tempo, com servidores valorizados, prestigiados. A reforma administrativa tem que pensar nisso. Servidores públicos não são parasitas, na verdade, o presidente sai, o governo sai, saem os prefeitos, mas o servidor público continua na carreira, e o que falta do Brasil é o Brasil acompanhar a fiscalização de rodovias, ferrovias, portos, do dinheiro aplicado, porque não tem estrutura pública. Acabar com a farra de comissionados que não representam na verdade o poder público. Então é uma reforma importante e vamos trabalhar juntos para isso”, analisa o senador Flávio Arns, do Podemos-PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *