SE | Em ato, auditores fiscais afirmam que estão há oito anos sem reajuste

Durante um ato na manhã desta quarta-feira, 4, na sede de Secretaria da Fazenda (Sefaz), representantes dos auditores fiscais tributários cobraram valorização da carreira

. Segundo o diretor do  Sindicato dos Servidores do Fisco (Sindifisco), Antônio Santos, a categoria está há oito anos sem reajuste salarial, além de enfrentar alguns impasses, como a indefinição da arrecadação tributária do trecho norte da BR-101, após desfecho do seu processo de duplicação.

“O processo de valorização da carreira passa por algumas questões importantes”, diz logo de início o sindicalista e diretor do Sindifisco, Antônio Santos. Segundo ele, é necessário uma recomposição salarial da categoria, num primeiro plano. “Em Sergipe, há cerca de 423 auditores tributários. Todos sem reajuste salarial há oito anos”, lamenta.

Além da questão salarial, Santos diz ainda que existe um grande impasse no tocante à política tributária que será implementada com a duplicação do trecho norte da BR-101. “Esse assunto se arrasta há 15 anos. Até hoje não sabemos como irá ficar a arrecadação de impostos. Não tem definição nenhuma”, resume.

O sindicalista explica que falta da gestão atual um esclarecimento sobre o desfecho dessa situação. “É preciso saber o que será feito. Qual o modelo de arrecadação será implementado? Um posto de cada lado ou um modo híbrido de arrecadação?”, pontua. Antônio diz ainda que já tem uma hipótese descartada. “Soube que estavam querendo dividir a arrecadação com o estado de Alagoas. Ou seja, nossa política tributária ficaria a mercê de outra. Isso não existe. Precisamos ter nossa autonomia”, salienta.

O Portal Infonet entrou em contato com a Superintendência de Comunicação  do Governo de Sergipe. Mas até o fechamento dessa matéria não obteve resposta.

Fonte: Infonet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *